Acordei com vontade de escrever

Posted sábado, 11 de janeiro de 2014 by Francelle Machado

The Curse by Agnes Obel on Grooveshark
Dia de chuva aqui na minha cidade. Acordei com vontade de "desenterrar" o blog e escrever algo sobre o ano que passou. Talvez ninguém vá ler ou comentar devido ao tempo que faz desde a última atualização, mas mesmo assim, acordei com uma vontade enorme de falar, no caso, escrever... 

Foto by: WeHeartIt.com / Lady Auries
Em algum episódio do seriado brasileiro Toma Lá, Dá Cá, eu lembro de ter visto o personagem Adônis dizer algo do tipo: "Eu não vejo a hora de ter 63 anos". Na época, eu atribuí a frase ao temperamento maduro demais para a idade do personagem, que era sua característica principal no seriado. Em 2013 eu entendi o verdadeiro sentido da frase, e me dei conta do quanto a adolescência pode ser legal ao mesmo tempo em que pode te perturbar os pensamentos desde que acorda até a hora em que vai dormir, todos os dias, por muitos anos. 

A indecisão sempre foi algo que eu abominei com todas as minhas forças, e no ano passado, tive que aprender a lidar com ela, na marra. Desde pequena, sempre quis estabelecer metas, objetivos claros e uma profissão que tivesse um caminho visível a ser seguido. Assumo que não ando conseguindo isso ultimamente, e por mais que assuntos amorosos sejam algo que eu tenha parado de incluir na salada de preocupações da minha cabeça (pelo menos por enquanto..), a dúvida profissional é algo que insiste em permanecer ali, nas minhas ideias, sem minha permissão nem aprovação. Com a breve ajuda do meu perfeccionismo que fica reclamando o tempo todo, passei por 2013 (ou 2013 passou por mim?) de maneira tão delicada quanto um furacão. 
Com tanta coisa passando pelos meus pensamentos, e com tão pouco tempo disponível para me dedicar a escrever, confesso também que não encontrei inspiração para atualizar o blog desde setembro...sorry, povo!

2013 foi um ano, sobretudo, esquisito. Passou rápido demais, mal me deu tempo pra respirar e analisar o que é que estava rolando. Vivi os 12 meses cheia de pensamentos misturados, e a única certeza que eu tinha era de que iria assistir Friends no DVD com a minha mãe no final do dia. Essa certeza foi o que, basicamente, me manteve em pé durante esse ano. O lado bom veio materialmente: consegui adquirir algumas coisas que eu queria há séculos, no meu aniversário, em dezembro. 
O natal e o réveillon foram...como dizer...esquisitos, também. Não pela comemoração em si, mas você já se sentiu como se estivesse comemorando algo antes do tempo correto? A sensação que tive foi de estar comemorando o natal no mês de agosto, por conta de o ano ter passado tão depressa.

CD's novos, CD single raríssmo das Spice, DVD's que eu queria desde a infância e filmes com o meu ator preferido no elenco. Desde compras online até as maravilhosas buscas nos sebos de Porto Alegre, meu aniversário foi PARA- PARA- PARADISE...rsrsrsrs
Se eu pudesse descrever 2013 em uma palavra, esta seria: solidão!
Mas também reafirmei minha opinião de que para tomar decisões e entender o que acontece ao seu redor, isso é melhor de ser feito sozinha. E no final das contas, tantas vezes em que fiquei sozinha, sentada em algum banco da faculdade, olhando pro nada e pensando em tudo, acabou rendendo em bons frutos, apesar de ter deixado um vazio esquisito em relação a minha opinião sobre esse tal ano...2013.

O ano passado teve seus pontos fortes também. Precisei testar minha força-de-vontade e minha criatividade - que é escassa demais - para fazer uma revista inteira SO-ZI-NHA. E não é que eu consegui? E não é que eu tirei 10? Uhhuull, algo pra sambar de alegria...mentira, não sei sambar! haháá. 
Mas enfim, com a tal revista eu reafirmei uma outra ideia: a de que, quando se trata de falar sobre a cultura dos anos 90, toda a criatividade do universo surge na minha mente, e se me dessem alguma chance, eu poderia trabalhar com isso, falar sobre isso pela eternidade e, imagina o sonho, ganhar para isso. OH. MY. GOD, eu preciso trabalhar com esse tema!
Meu trabalho de faculdade preferido, e meu sonho de consumo de emprego: uma revista dedicada à cultura dos anos 90, 80, 70...
Para você que está lendo, eu queria perguntar: como foi seu 2013? E em 2014, o que você espera? Não vale dizer que quer que o ano "te surpreenda", porque além disso ser clichê demaaaaais, isso nunca acontece sem um esforço - as vezes, enorme! - da nossa parte.

Meus objetivos para esse ano, são, em resumo e a princípio (porque ainda não tive tempo pra pensar sobre meus objetivos também): 


  1. Ler mais (e já comecei a me mexer para isso! \Õ/)
  2. Comprar mais CD's, DVD's e revistas para minhas coleções dos Backstreet Boys, das Spice Girls e de Friends. Além disso, fazer um acervo de DVD's sobre minhas outras paixões: The Big Bang Theory, Revenge e o filme O Chamado estão entre eles...rsrs
  3. Assistir meus filmes com a Audrey Hepburn no elenco, que comprei no ano passado e ainda estão intocados na cômoda... #xatiada
  4. Aproveitar cada milésimo de segundo ao lado da minha família, mas isso eu já tento fazer ao máximo desde que me entendo por gente...é só pra constar na lista mesmo.
  5. Escrever mais aqui, caso minha criatividade resolva me ajudar.
  6. ........e agora? Sobre o lado profissional, só vou saber dar alguma resposta conforme deixar o ano passar, e no lado amoroso, eu não estou querendo criar rugas muito cedo, então resolvi deixar esse assunto de lado. Haháá.

Quero desejar um feliz ano novo pra everybody, e espero ter mais tempo pra continuar voltando aqui e tirando a poeira do Planejando a Rotina. 
Beeeeijo, povo!

5 comentários :

  1. Jessica Zuza

    Fiz alguns posts dizendo como eu me sentia quando a 2013 e foi bem isso que você falou, parece que passou rapido, aconteceu muita coisa mas ao mesmo tempo parece que nada aconteceu. Em 2014 sobretudo eu quero independencia, de todos os tipos.

    Agora posso surtar IAWLT *---------* Quero tanto *-* os outros dos nossos maridos eu já tenho lero lero KKKK'

  1. Fernanda Rodrigues

    2013 foi tenso pra todo mundo! :) Mas tenho certeza que ele nos preparou para algo muito maior, agora em 2014! ;)

    E o IAWLT é mto amor, mesmo! Tbm tenho!

    Um beijo,

    http://www.algumasobservacoes.com/

  1. Ela Oliveira

    Oi Fran,
    Eu já estava com saudades dos seus post's também:)
    Uau,vejo que o ano de 2013 foi bastante intenso para você,bom para mim 2013 foi um ano repleto de supresas:eu pude dizer "adeus" a certas questões que atrasavam a minha vida e em "troca" recebi muitas coisas boas:).
    Espero que nesse ano seje repleto de coisas boas e se por acaso acontecer algo ruim que eu possa tirar uma boa lição disso.

    obs:não pude deixar de notar que você tem o cd novo do BSB,o que você achou das músicas desse cd?eu gostei bastante:)

    Tem post novo no blog,não deixe de conferir!

    Páginas em Preto

    Beijos

  1. Thami

    Vê se para de sumir!!! E pra mim 2013 foi misto, não foi nem super bom e nem super ruim, sabe? E feliz ano novo pra você também! Tomara que esse ano seja turbinado de alegrias para você :D Eu só tenho o primeiro CD dos Backstreet Boys :'( Spice Girls <3 Saudades! Elas poderiam voltar também né? E parece que "ler mais" está em todas as metas que eu li nos blogs, hahaha!

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

  1. Camille

    eu tb sinto que o tempo passa rapido demais. eh dificil deixar algumas coisas pra tras.as vezes parece abandono...
    bjs

    Sachê e Bombom

Postar um comentário